Press Releases

Vinhos Rozès conquistam quatro medalhas de ouro e duas de prata

Nos primeiros cinco meses do ano, a marca portuguesa destacou-se entre as melhores do mundo

Os vinhos Rozès estão a destacar-se em alguns dos mais reconhecidos concursos internacionais. Quatro medalhas de ouro e duas de prata são os resultados alcançados em competições realizadas em Paris, Bélgica e Portugal.

Entre os vinhos premiados no prestigiado concurso Vinalies Internationales 2012, em Paris, destacam-se o Rozès Vintage 2009 e o Quinta do Grifo Vintage 2009, ambos com medalha de ouro, e o Quinta do Grifo Grande Reserva de 2008, com medalha de prata. O evento contou com a participação de 3900 vinhos de regiões de todo o mundo.

Também no International Wine Contest 2012 - Monde Selection, que decorreu na Bélgica, a marca foi distinguida com medalha de ouro com o Porto Menina 10 Anos Branco e com medalha de prata com o Rozès Porto Vintage 2009.
Mais recentemente, no Concours Mondial de Bruxelles, realizado este ano em Portugal, mais uma medalha de ouro foi atribuída à Rozès com o vinho Quinta do Pêgo Grande Reserva.

Ao longo dos anos, a Rozès tem sido premiada e distinguida em diversos concursos internacionais de reconhecida importância para o setor vitivinícola, permitindo, assim, reafirmar a qualidade dos vinhos com que tem presenteado os consumidores.

Um vinho completo e harmonioso para partilhar no Dia do Pai

Um vinho completo e harmonioso para partilhar no Dia do Pai

As ocasiões especiais merecem um vinho especial. Para comemorar o Dia do Pai, a 19 de março, a Rozès sugere Quinta do Grifo Reserva 2008, um vinho harmonioso e com personalidade onde se distinguem as notas florais e de frutos pretos maduros, com um toque abaunilhado e ligeiramente tostado. É a escolha certa para celebrar um momento único.

O vinho apresenta uma cor rubi concentrado, adequada a um pai moderno, ativo e exigente. Revela uma textura apaixonada, ritmada por um equilíbrio perfeito entre taninos suaves e acidez. Com origem na sub-região do Douro Superior, mais precisamente da margem direita do rio Douro situada no Parque Natural do Douro Internacional, o Quinta do Grifo Reserva 2008 é ideal para acompanhar pratos típicos da cozinha portuguesa.

Para o Dia do Pai, a Rozès sugere um vinho produzido com base nas castas Touriga Nacional, casta nobre, com uma elevada concentração de cor e aromas, Touriga Franca, considerada uma das melhores castas para a produção de Vinho do Porto e do Douro, casta Tinto Cão, que origina vinhos carregados de cor e de aromas delicados e a casta Sousão, de cor negra e intensa, a característica mais distintiva desta casta. Quinta do Grifo Reserva 2008, disponível nas garrafeiras de norte a sul do país, deve ser servido à temperatura ambiente entre os 14 e os 16ºC. Brinde ao melhor pai do mundo na companhia de um vinho repleto de caráter, sugestão da Rozès, casa com mais de um século de tradição na produção de Vinhos do Porto e do Douro.

qta grifo reserva 2008 garrafa g

Pommery Brut Rosé para a melhor mãe do mundo

Pommery Brut Rosé para a melhor mãe do mundo

O dia da mãe é tão único e especial, que merece ser celebrado com este Rosé especial que a casa POMMERY sugere. O POMMERY Brut Rosé é a sugestão perfeita para as mães modernas, ativas e sempre elegantes que apreciam a frescura e a vivacidade de um vinho de exceção. Um Champagne frutado e romântico, que se distingue pelas notas de frutos vermelhos e tom rosa pálido, dedicado às mulheres e, sobretudo, às melhores mães do mundo.

Distribuído em Portugal pela Casa ROZÈS (Vinhos do Porto e Douro), o POMMERY Brut Rosé é um Champagne delicado e romântico, de cor rosa pálido com nuances em tons salmão, apresentando bolhas finas e persistentes. Na boca, é uma bebida suave, subtil, com um toque delicado de frescura, onde predomina a casta Chardonnay.

Após "dégorgement" o Champagne POMMERY Brut Rosé tem um período de estágio nas caves POMMERY durante cerca de três anos, para atingir os padrões de qualidade exigidos em cada produção. Esta é uma das mais famosas maison de champagne do mundo, que se distingue pelo seu espírito inovador e dinâmico.

Fundada em 1858, a casa POMMERY é, talvez, a mais ousada na forma como tem vindo a reinventar o negócio e a criar produtos que contrastam com a imagem tradicional.

A empresa faz parte do grupo Vranken Pommery Monopole, que detém outras marcas de champagne e também a empresa de Vinho do Porto Rozès S.A..

RoseFlashcode2

Champagne POMMERY Brut Royal: a bebida ideal para a mulher perfeita

Porque cada mulher é única e porque todas merecem o que de melhor a vida tem para oferecer, Champagne POMMERY Brut Royal é a sugestão da Rozès para celebrar o Dia Internacional da Mulher, 8 de março, com requinte, elegância e criatividade. Para um momento de convívio com as amigas, ou uma romântica celebração a dois, POMMERY Brut Royal é o champanhe perfeito.

Wine Emotions com Rozès

Pelo segundo ano consecutivo, a Rozès integrou a Wine Emotions, um evento que promove os vinhos do Douro e Porto, no Centro Histórico de Vila Real. No passado dia 2 de julho, os visitantes puderam degustar e realizar provas de vinhos no stand da marca, quer seja um vinho branco, tinto ou rosé. Aderir e apoiar iniciativas locais que cresçam e ajudem a promover o Douro e os seus vinhos foi o principal objetivo da participação da Rozès nesta ação. No ponto alto do programa acontece foram  apresentados os novos vinhos da Rozès - Terras do Grifo Branco 2010 (DOP Douro) e Conde de Monsul, branco e tinto (DOP Douro).

 

Rozès sugere para o Dia da Mãe

Terras do Grifo Porto Rosé, para as mães que gostam de estar em forma!
Um estudo recente publicado pelo conceituado jornal norte-americano Archives of Internal Medicine, indica que as mulheres que bebem um copo de vinho por dia têm menos tendência para engordar. A pensar num público marcadamente feminino, a Rozès deixa como sugestão para o Dia da Mãe, o Terras do Grifo Porto Rosé, um vinho, direccionado para as mulheres que apreciam um Porto rosé leve e frutado, que acompanha muito bem qualquer aperitivo ou sobremesas geladas.

António Saraiva condecorado

condec saraiva800x600 António Saraiva condecorado com Ordem do Mérito Agrícola pelo governo francês
Cerimónia de condecoração contou com a presença da Cônsul-Geral de França no Porto, Aude de Amorim, o presidente do grupo Vranken-Pommery Monopole, Paul-François Vranken e o presidente do Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP), Vilhena Pereira
António Saraiva, administrador da Rozès e presidente da Associação das Empresas de Vinho do Porto (AEVP), acaba de receber em nome do Presidente da República Francês, o grau de "Chevalier dans l'Ordre du Mérite Agricole", atribuído pelo Ministro da Alimentação, Agricultura e Pescas francês, Bruno le Maire. Esta é uma das mais antigas e prestigiadas condecorações concedidas pelo governo francês, assinalada pela primeira vez em 1883. O seu empenho na promoção do Vinho do Porto e defesa da Região Demarcada do Douro em França, como enólogo e, posteriormente, enquanto presidente da Rozès, filial portuguesa do grupo Vranken-Pommery Monople, valeram a António Saraiva esta distinção.

Eleito o melhor vinho doce português

noble_late_harvest_2009

Rozès Noble Late Harvest 2009

Os vinhos DOP Douro estão, cada vez mais, a afirmar-se no mercado internacional. Na edição deste ano do Decanter World Wine Awards, o Rozès Noble Late Harvest 09 arrecadou o prémio de melhor vinho doce português, atribuído na categoria "Regional Trophy". Segundo as declarações da comissão do concurso, "embora seja o Vinho do Porto a assumir um papel de destaque, dando uma projecção mundial à Região Demarcada do Douro, os vinhos DOP Douro estão a surpreender, assim como o vencedor deste troféu".

Uma distinção tripla para a Rozès no prémios Decanter 2011, que viu ainda o Terras do Grifo Porto Vintage 2007 arrecadar medalha de prata, e o Terras do Grifo Douro Grande Reserva Branco 2009 a receber medalha de bronze.


 

Rozès brilha no mercado francês

A Rozès, empresa de vinhos do Douro e Porto, reforçou a presença no mercado francês. No balanço do ano de 2010, os dados da empresa indicam que os números de exportação superaram as expectativas, sendo mesmo o principal país a nível de vendas para a marca, pois representou em 2010, cerca de 65 por cento do total da comercialização.

A confirmação de que a Rozès está em alta neste mercado surge com a dupla distinção alcançada na edição de 2011 do prestigiado concurso Vinalies Internationales. Na categoria Vinho do Porto, o Rozès Vintage 2008 arrecadou a Medalha de Ouro, enquanto que o Quinta do Grifo Grande Reserva Tinto 2008 recebeu a Medalha de Prata na categoria vinhos do Douro.